Antena 1, “Espaço das 10”, 05.05.21

«05 Mai. 2021 No Dia Mundial da Língua Portuguesa falamos sobre o Acordo Ortográfico. Alexandre David entrevista Nuno Pacheco (jornalista, um dos subscritores da ILCAO) e Edite Estrela (defensora do AO, deputada do PS e antiga Presidente da comissão parlamentar que an[sic] »- 18m

 

Ao contrário do que poderá talvez parecer a algumas pessoas, Nuno Pacheco não é — de forma alguma — o único anti-acordista que existe em Portugal. Na verdade, produz imensos trabalhos contra o AO90, será de facto o mais activo (e visível) dos militantes, mas felizmente há bastante mais gente que também resiste ao aleijão cacográfico e que, pelo menos, faz o que pode para acabar com ele. Por isso, tanto esta entrevista na rádio como as intervenções na RTP reproduzidas no “post” anterior e ainda, ou principalmente, também os inúmeros artigos de jornal de sua autoria aqui transcritos, podem dar uma ideia de exclusividade — isto é, de que a Causa anti-“acordo” é uma iniciativa unipessoal. Não é, de todo.

Nem de propósito, essa espécie de hiperactividade, teve nos últimos dias, a propósito do Dia Mundial da Língua brasileira, que meia dúzia de vigaristas portugueses celebram a 5 de Maio, uma espécie de “pico”; daí os vídeos do “post” de ontem, a entrevista cuja gravação publico hoje e a sua mais recente crónica que espero poder reproduzir amanhã.

Seria excelente se a YouTube ou a RTP não apagassem os excertos em vídeo, que a Antena 1 não empastelasse a gravação e que, já agora, coisa que pode suceder a qualquer momento, como presente de boa viagem, não ocorresse ao “Público” alinhar na caça ao “copyrigt” de coisas incómodas.

Até ver, portanto, aqui fica a entrevista do jornalista à Antena 1 contrapondo a sua argumentação ao chorrilho de bojardas, ou seja, as mentirolas da “cassette” acordista que uma “linguista” ligeiramente tóxica recita com imensa lata.

Assim de assuntos sérios, salvo seja, temos que a função começa logo mal: nota-se perfeitamente que o apresentador não apenas não fez os trabalhos de casa como, literalmente, sobre o AO90 não vê um boi; diz qualquer coisa sobre “um grupo de cidadãos “que entregou no Parlamento” um pedido para revogar uma parte” do “acordo”; “uma parte”, bálhamedeus, mas que cromo!

Depois desta lindíssima formulação alternativa, a entrevista segue para a aldrabice maior, o chamado II Protocolo Modificativo, que transforma a subscrição de 3 em assinaturas de 8 países, passando com essa tremenda vigarice, a subscrição do trio, a implicar que o AO90 entra automaticamente em vigor em todos os 8. Um “automatismo” único no mundo, uma roubalheira, sem paralelo em todo o Universo, que os acordistas fingem ser a coisa mais natural e “legal” do mundo.

Este é que é o busílis da questão, minhas senhoras e meus senhores. O resto, opiniões diferentes e uma ou outra “estratégia” para “melhorar” aquela porcaria execrável, são apenas conversa fiada, ecos de egos, música para os ouvidos dos acordistas, apreciadores de cacofonia que adoram cacografia.

Cacofonia e cacografia essas em que se especializou Edite, exímia executante de paleiómetro, um instrumento de cordas que também é da corda. Não vale a pena, dado o concerto para surdos, ouvir o som fanhoso da cassete e a toxicidade do paleio destilado pela “linguista” e perder tempo a “malhar” no cianeto intelectual que destila. Algo que faz pessimamente, passe a redundância, à saúde mental das pessoas.

Como o acordo entre o Brasil e os brasileiros.


 

Uma nota sobre este “post”: reproduções de conteúdos do grupo empresarial RTP

É muito provável que tanto esta gravação áudio assim como os extractos em vídeo do “post” anterior sejam censurados e, portanto, apagados na origem (YouTube). O mesmo sucede no Fakebook, o que signifca que, modestamente, tenho um grupo de fãs maior do que o do Emplastro. Esse tipo de censura, muito provavelmente originado por bufos, sucedeu já um ror de vezes. Por exemplo:

  • Filme animado de produção dinamarquesa/canadiana, dobrado em Português europeu.
    “Como se fazem os bebés”. Educação sexual para crianças e adolescentes.
    Help us caption & translate this video!
  • Extracto da “entrevista” de Ricardo Araújo Pereira a António Costa sobre o seu (deste) “pequeno” problema de dicção.
    Programa “Isto É Gozar Com Quem Trabalha”, SIC, 28.06.20.
  • O pai de Madeleine McCann interrompe uma entrevista e sai.
    Help us caption & translate this video! http://amara.org/v/EvGA/
  • O Porto dos fumadores (e dos não fumadores) a voo de pássaro.
    Restaurantes onde se pode fumar na zona do Grande Porto.
    Help us caption & translate this video! http://amara.org/v/EvFa/
  • Extracto da “entrevista” de Ricardo Araújo Pereira a António Costa sobre o seu (deste) “pequeno” problema de dicção.
    Programa “Isto É Gozar Com Quem Trabalha”, SIC, 28.06.20.

Assim, sendo, funcionando isto como aviso prévio para os meus 3 leitores, caso a bufaria acordista (ou a plagiadora) invente mais uma “acusação” qualquer (a YouTube não verifica, limita-se a apagar), então terei de eliminar o “post”. E/ou o anterior.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s